07.012014
1
A emoção da composição do Hino Nacional Brasileiro

A emoção da composição do Hino Nacional Brasileiro

Pelo Maestro Renato Zanuto


É natural que um povo se emocione ao ouvir o hino do seu país. Nesta Copa do Mundo, em especial, o povo brasileiro tem se emocionado ainda mais. Ouvir a torcida cantando a capela, junto com os jogadores da seleção, arrepia mesmo quem não está nos estádios.

Mas, deixando a questão do nacionalismo de lado, e analisando o Hino Nacional do nosso país como músico, posso afirmar que ele tem muito mais motivos para emocionar.

Vamos começar pela letra. Vocês repararam que os hinos de outros países relatam seus grandes feitos de guerra, suas batalhas, o que dá a eles um cunho mais militar? Alguns exemplos:


Hino dos EUA

(…)E onde é aquela faixa que jurou tão solenemente

Que o assolamento de guerra e a confusão da batalha

Uma casa e um país deveriam deixar nenhum mais para nós?

O seu sangue desapareceu poluição do passo sujo deles é

Nenhum refúgio poderia salvar o mercenário e o escravo

Do terror de vôo, ou a obscuridade do sepulcro (…)


Hino da França 1792

(…) Às armas cidadãos!

Formai vossos batalhões!

Marchemos, marchemos!

Nossa terra do sangue impuro se saciará! (…)


(…) Hino da Inglaterra

Ó Senhor, nosso Deus, venha

Dispersar seus inimigos

E fazê-los cair.

Confunda sua política,

frustre seus truques fraudulentos(…)



Enquanto isso no hino nacional brasileiro exalta as belezas naturais do país, a esperança do povo, o que dá a ele um tom mais emotivo.

E a diferença não está apenas na letra. A música tem uma construção um pouco mais rebuscada do que a maioria dos hinos “militares” que prezam pela simplicidade.


Mas apesar de achar que o hino nacional Brasileiro é o mais bonito de todos, me sinto na obrigação de citar os belos hinos feitos por compositores ilustres como o da Alemanha (Haydn) e o da Áustria (Mozart).


Maestro Renato Zanuto é estudioso da Composição e Regência pela FAAM, especializado em Música Popular em Cuba. Mestre em Gestão de Negócios pela Universidade Paulista com ênfase em Estratégia. Ministra a Palestra Concerto por todo país falando sobre a correlação entre a organização de uma orquestra e das empresas.





Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *